A história da Aviação Militar na 1a Grande Guerra

Tempo de leitura 2 min

história da aviação militar no mundo é de extrema importância para entendermos como a aviação civil também evoluiu. Por mais que as pessoas não costumem associa-las, as duas estão intimamente interligadas até os dias atuais.

A aviação militar teve início na Europa, mas logo acabou se espalhando por todo o mundo. As grandes potências envolvidas na 1ª Guerra Mundial foram as grandes responsáveis por desenvolverem as tecnologias que servem como base para aeronaves atualmente.

Quer saber mais sobre o assunto? Então veja o material especial do nosso post.

Boa leitura!

A história da aviação militar no mundo

história da aviação está diretamente ligada com o militarismo, pois foi, graças à realização de diversas guerras, que as aeronaves se desenvolveram para o que conhecemos hoje.

Nós separamos a cronologia da evolução em alguns tópicos, que você pode conferir a seguir.

Guerras impulsionaram a evolução da aviação

Por mais que a história não seja necessariamente bonita, as guerras foram as grandes responsáveis pela evolução da aviação mundial. Por conta dos conflitos armados, percebeu-se a necessidade de criar novas formas de agredir os inimigos.

E foi por isso que, em 1909, os franceses criaram o Service Aéronautique, a primeira força aérea militar do mundo. No ano seguinte, os alemães também investiram recursos no meio, porém, nenhuma dessas nações foi a primeira a utilizar aviões como armas.

Italianos foram pioneiros na aviação militar

Em 1911, a Itália utilizou aviões como armas de guerra pela primeira vez. Os europeus utilizaram as aeronaves para realizar o reconhecimento e bombardeio na Líbia, onde travaram uma guerra gigantesca contra o Império Otomano.

equenta black friday

Já em 1914, durante a realização da 1ª Guerra Mundial, e consolidadas como poderosas armas de combate, os aviões se desenvolveram ainda mais. Agora contavam com motores mais potentes, e até mesmo metralhadoras acopladas em modelos menores, como os batedores.

 

O “ás dos ases” da aviação mundial

Durante a realização da 1ª Guerra Mundial, o mundo viu de perto a evolução da aviação militar, e muito do poder assustador que as aeronaves alcançaram tem como grande responsável o alemão Manfred von Richthofen, mais conhecido como Barão Vermelho.

Chamado de “ás dos ases”, o piloto, sozinho, foi o responsável por derrubar 80 aviões com sua aeronave. Porém, acabou sendo abatido por batedores britânicos, que, reconhecendo a grandeza do seu inimigo, o enterraram com todas as honrarias militares.

Zeppelin também merecem destaque na história da aviação militar

Além dos aviões, os Zeppelins também tiveram sua parcela de mérito na história da aviação militar. Foram utilizados como armas entre 1915 e 1917, pelos alemães, para bombardearem várias cidades da Inglaterra, com Londres inclusa.

Porém, por conta do desenvolvimento de defesas mais efetivas, a aeronave foi deixada de lado logo cedo. Depois desse período, poucas armas aéreas foram criadas, como o helicóptero controlável, desenvolvido apenas em 1937, que também pode ser usado para esses fins.

Gostou destes posts? Aproveite e visite nosso site!

Para ficar por dentro de tudo sobre o mundo da aviação, nos siga nas redes sociais e acompanhe nossas melhores publicações! Estamos no Facebook, Twitter, YouTube, Instagram, Pinterest e LinkedIn

Conheça a eBianch, a maior plataforma de ensino a distância para pilotos e entusiastas de aviação, Centro de Instrução de Aviação Civil homologado pela Anac, acesse www.ebianch.com

 

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.