Formação Aeronáutica

Afinal, o que é a navegação visual? Entenda aqui!

27/05/2019
navegacao-visual
Tempo de leitura 6 min

Ao longo dos anos, o setor da aviação desenvolveu diversos instrumentos, métodos e recursos para facilitar a navegação aérea. Hoje em dia, tecnologias baseadas em radares e localização por satélite ajudam na orientação dos pilotos e aumentam a segurança de todos a bordo. Ainda assim, dominar a navegação visual, que é uma das mais antigas técnicas de voo, continua sendo fundamental para quem é ou pretende ser um piloto.

Pensando nisso, decidimos abordar neste post mais sobre essa prática e a sua importância na aviação. Confira!

Entenda o conceito de navegação visual

Também conhecida como navegação por contato ou praticagem, a navegação visual é uma técnica de orientação espacial em voo baseada na observação de pontos de referência existentes em solo. Seu principal objetivo é mostrar para o piloto de onde ele veio, onde ele está e para onde ele quer ir.

Para escolher os melhores pontos de referência, o navegador deve priorizar aqueles locais que estejam em maior destaque no relevo. Entre os pontos mais indicados para referenciar a navegação, podemos citar:

  • monumentos;
  • rios e lagos;
  • rodovias e ferrovias;
  • pontes;
  • montanhas;
  • cidades.

Apesar de não estar entre as práticas mais adotadas na aviação moderna, esse recurso se torna indispensável em situações em que o piloto não pode contar com o auxílio de instrumentos. Além disso, esse conteúdo é cobrado tanto em um curso de aviação quanto na prova teórica aplicada pela ANAC, seja para pilotos privados ou comerciais.

Saiba como a navegação visual é feita na prática

Em primeiro lugar, é preciso ter em mente que a navegação visual exige um bom planejamento. Isso significa que o piloto deve procurar conhecer bem os locais que estarão na rota, bem como definir os pontos estratégicos que servirão de referência.

Nessa hora, o ideal é utilizar uma ficha para planejamento de voo, que facilita a anotação e a consulta de informações importantes. As cartas aéreas também são ferramentas essenciais. São mapas que representam em escala reduzida partes da superfície terrestre, especialmente rotas de navegação e aeroportos.

Outra ferramenta muito útil a um piloto ao fazer uma navegação visual é o computador de voo, que ajuda na resolução dos cálculos de navegação, como altimetria e tempo de voo. Apesar de existirem versões digitais, saber utilizar os tradicionais modelos de computador de voo, régua e transferidor é fundamental para realizar a prova da ANAC, que permite apenas estas ferramentas na hora do teste.

Finalmente, quando estiver em voo, é preciso dar a devida atenção ao visual externo, buscando localizar os pontos definidos como referência para um voo tranquilo e seguro.

Conheça as diferenças entre navegação visual e estimada

O tema da navegação visual é sempre abordado nos livros voltados para a preparação e formação de pilotos. No entanto, muitos desses títulos não dão a mesma atenção a um outro tema também muito importante nesse estudo, que é a navegação estimada.

Essa técnica é baseada em cálculos estimados de fatores como tempo, distância e velocidade, os quais não são considerados na navegação visual. Na prática, o uso em conjunto dessas duas técnicas é o que costuma ser mais cobrado nas avaliações e utilizado no dia a dia de um piloto privado.

Dessa forma, podemos dizer que a navegação visual e estimada é aquela que se vale de recursos das duas técnicas. Isso porque, além de definir pontos de referência em solo, o piloto deve calcular a distância e o tempo de voo entre esses pontos. São estimadas também as proas, a altitude, a velocidade e a quantidade de combustível que será necessária para o percurso.

Nessas situações, são necessários mais instrumentos de navegação, como régua, calculadora, transferidor, bússola, relógio e o próprio velocímetro da aeronave. Eles permitem a criação de uma sequência de pontos de referência para aumentar a precisão da rota e dos intervalos de tempo definidos. Os instrumentos também possibilitam que a aeronave seja facilmente localizada a qualquer momento.

Entenda a importância da navegação visual para um piloto privado

Como já dissemos, os fundamentos de navegação visual fazem parte da avaliação aplicada pela ANAC e, consequentemente, fazem parte do conteúdo que deve ser aprendido em um curso de piloto privado. Apesar de ser uma matéria relativamente simples, muitas dessas informações podem ser novas a muitos alunos, o que pode demandar um certo esforço para assimilá-las completamente.

Para se ter uma ideia, a avaliação da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) costuma abordar temas como cálculo da navegação sobre proa magnética, proa verdadeira, correção de deriva, influência do vento e declinação magnética.

Além de ser importante para os momentos de avaliação, dominar esse conceito representa mais segurança para quando esse recurso precisar ser utilizado na prática.

Conheça a melhor maneira de estudar o assunto

Uma das principais dificuldades que muitos alunos sentem durante os estudos diz respeito aos métodos utilizados pelos livros. Ainda que o conteúdo esteja presente nessas obras, muitas vezes a didática utilizada não favorece o aprendizado, especialmente para aqueles que pretendem aprender de forma autodidata.

Foi pensando nisso que a Editora Bianch, responsável pelos materiais didáticos comercializados na Bianch Pilot Shop, desenvolveu uma linha de livros para estudantes de aviação. O seu grande diferencial é que os livros foram escritos por pilotos, e não profissionais técnicos de cada área.

Todas as informações nos livros da Bianch foram pensadas para garantir um entendimento simples e rápido do conteúdo, o que facilita muito a vida de quem estuda por conta própria. Outra grande vantagem é que eles estão sempre atualizados para abranger todas as disciplinas cobradas nas provas da ANAC.

Por isso, se a sua intenção é iniciar os estudos para se tornar um piloto privado, é preciso ter atenção para acertar na hora de adquirir o seu material de apoio. Certifique-se de que o seu conteúdo é de boa qualidade e verifique se o direcionamento é compatível com o seu nível de conhecimento.

Tomando esses cuidados, você dará um excelente passo para entender melhor tanto a navegação visual quanto os demais conceitos que fazem parte do mundo da aviação.

Quer saber mais sobre outro recurso fundamental para qualquer piloto? Então, confira agora o nosso post sobre o GPS aeronáutico!

Para ficar por dentro de tudo sobre o mundo da aviação, nos siga nas redes sociais! estamos no Facebook, Twitter, YouTube, Instagram, Pinterest e LinkedIn e acompanhe nossas melhores publicações.

Powered by Rock Convert

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário