combustivel-do-aviao-fica-nas-asas

Por Que o Combustível do Avião Fica nas Asas?

Você já se perguntou por que é que o combustível do avião fica nas asas? Neste artigo, explicaremos as razões dessa localização e como isso funciona.

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.
Powered by Rock Convert

Antes de tudo, esclarecemos: esse detalhe independe do porte da aeronave: 99% das aeronaves armazenam combustível nas asas.

Mas por que nas asas?

por-que-o-combustivel-do-aviao-vai-nas-asas

Quando uma aeronave decola, o peso dela é predeterminado. Ou seja, já é calculado o peso da carga, dos tripulantes, dos passageiros, da fuselagem, tudo isso é considerado antes mesmo de deixar o solo.

Um despachante de voo informa ao piloto esse peso, para que ele saiba de que velocidade ele precisa para decolar.

Acontece que nenhuma aeronave chega a seu destino com o peso com o qual decolou, já que, à medida que avança, vai consumindo combustível e ficando mais leve. Isso significa que o balanceamento do avião vai mudando durante o voo.

Agora consideremos um pouco de física básica: o centro de gravidade do avião fica entre as asas. Se o peso do combustível estiver localizado próximo a esse centro de gravidade, ou seja, nas asas, não existe uma alteração muito grande quanto ao balanceamento.

 

Isso não aconteceria, por exemplo, se o tanque de combustível estivesse na cauda, porque então haveria uma força puxando a cauda para baixo e o piloto teria que compensá-la.

Como o combustível seria consumido ao longo do voo, essa força para baixo iria mudando e o piloto, por sua vez, precisaria ajustar a compensação a todo o tempo. O resultado seria um voo muito instável.

Algumas aeronaves também possuem um tanque no estabilizador horizontal (aquelas “asas menores” na cauda). Mas, para isso, há toda uma tecnologia de compensação, logo, a maior parte dos aviões possui o combustível nas asas mesmo.

Mas as asas não são pequenas de mais?

Agora, você já pensou no tamanho interno das asas? Parece uma folha de papel quando olhamos de longe, mesmo quando falamos de jatos comerciais de grande porte, porém, durante a manutenção, é possível entrar uma pessoa dentro delas. Muito maior do que você esperava, não é mesmo?

Embora as asas pareçam muito finas, elas são a parte do avião que possui mais espaço para armazenamento de combustível.

Essa armazenagem não seria possível na parte debaixo do avião, por exemplo, porque ali estão o porão de cargas, a parte de água e dejetos, além de toda a tecnologia embarcada sob o cockpit.

E não faria sentido nenhum preferir o estabilizador horizontal, que tem muito menos espaço do que as asas. Logo, a capacidade de armazenar muito combustível torna as asas o lugar perfeito.

Há mais um motivo para que o combustível fique nas asas: quanto mais pesada a fuselagem estiver (o corpo do avião, também chamado de charuto), maior a tendência das pontas das asas flexionarem para cima durante o voo.

Ou seja, quanto maior o peso da fuselagem, maior a necessidade de peso nas asas para que elas não se flexionem demais e mantenham a flexão adequada. E quem garante esse balanceamento é o combustível.

Conheça a Bianch

Se você gostou deste post e quer saber mais sobre aviação, acompanhe nossas atividades em nossas redes sociais (Facebook | Twitter | YouTube | Instagram | LinkedIn).

Acesse nosso site para conferir nossos produtos ou navegue por nosso blog para mais conteúdo.

Conheça a eBianch, a maior plataforma de ensino a distância para pilotos e entusiastas de aviação, Centro de Instrução de Aviação Civil homologado pela Anac, acesse www.ebianch.com

 

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.