Formação Aeronáutica

Cartas de voo: por que são importantes e quais os tipos?

março 26, 2019
Tempo de leitura 4 min

Para realizar o sonho de ganhar os céus, é preciso muito esforço e estudo. Entre tantos termos técnicos e normas específicas, as cartas de voo figuram como itens importantes, pois, sem elas, não é possível alcançar os ares.

Existem vários tipos de cartas para cada etapa do deslocamento, por isso é comum utilizar mais de um tipo por voo. Para isso, o piloto deve conhecer cada uma delas e suas funções.

Então, se você deseja aprender quais são os tipos de cartas de voo existentes e a importância delas, continue lendo este post.

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.
Powered by Rock Convert

O que são cartas de voo?

Também chamadas de mapas de voo ou cartas de navegação, elas são impressas ou digitais e em seu conteúdo trazem orientações de apoio a pilotos e tripulantes. São documentos obrigatórios que fazem parte do plano de voo.

Algumas apresentam o mapa de um determinado aeroporto, enquanto outras trazem informações precisas e completas de uma rota. Todas utilizam símbolos para transmitir as orientações, por isso os pilotos devem conhecer todo o esquema de simbologia adotado nas cartas.

Qual a sua importância na aviação?

Dependendo do tipo, as cartas de voo podem conter os dados de altitude, distância entre pontos, escala e relevo do local, frequência para o piloto sintonizar com a torre, aerovias a seguir, fuso horário e outros dados relevantes para garantir a segurança da viagem.

Também auxiliam no cálculo de rotas, procedimentos de decolagem, taxiamento e pouso, e por isso o piloto preparado deve conhecer cada tipo de carta existente para saber a melhor forma de usá-las.

Quais os tipos de cartas existentes?

Existem quase 2000 cartas apresentadas em três grupos, conforme o site do Departamento de Controle do Espaço Aéreo: aeródromos e TMAS; cartas de rota e cartas visuais.

Aeródromos e TMAS

Estas cartas abrangem os procedimentos de chegada e saída e variam conforme tamanho do aeroporto, por isso os maiores têm mais de uma carta. A dica é sempre pesquisar pelo mais recente.

As cartas de saída (SID) orientam os pilotos durante a decolagem e afastamento do aeroporto, indicando velocidade, relevo e dados da região de partida da aeronave.

As de chegadas (STAR) são utilizadas nos aeroportos de maior movimentação e fazem a transição entre rotas e áreas próximas. Possuem maior detalhamento da área terminal (TMA) e contêm mais de um procedimento informando níveis de altitude durante o trajeto.

Cartas de Rota

As cartas de rota (ERC) são utilizadas durante o voo, pois indicam rotas a seguir até o destino. Os dados incluem nome dos fixos, altitudes máximas e mínimas permitidas, direção, frequência de estações e aeródromos próximos.

As informações dessas cartas são essenciais para guiar os pilotos com segurança. Elas são divididas em cartas de rota superior e inferior, utilizadas em voos de altitude mais elevada e em voos de altitude mais baixa, respectivamente.

Cartas visuais

As cartas visuais (WAC) são encontradas em escalas maiores para facilitar a visualização de obstáculos. São divididas em duas seções: seção superior, onde é apresentada a rota de aproximação e pouso visual, e seção inferior, que traz os comentários sobre o percurso.

Além delas, as cartas de aproximação (IAC) informam os procedimentos finais até completa visualização da pista pelo piloto ou até o pouso. Têm dois tipos: as que incluem os procedimentos de não precisão e as que incluem procedimentos de precisão.

Como são utilizadas?

As cartas de voo são utilizadas desde o plano de voo até o pouso. Elas definem o trajeto da aeronave, além de orientar os pilotos ao tomar decisões, portanto o ideal é que sejam impressas para facilitar as consultas.

No site AISWEB, é possível baixar qualquer carta, mas é preciso ter cuidado para buscar sempre as mais recentes e atualizadas.

É possível comprar as cartas?

Uma comodidade é a opção de comprar as cartas de voo impressas conforme especificações da ANAC. Além disso, algumas têm tamanhos bem maiores, o que dificulta a impressão em lojas tradicionais.

Por isso, a BIANCH oferece uma variedade de cartas abrangendo diversas cidades brasileiras, o que garante ter a carta impressa com confiança e segurança para planejamento dos voos.

Para alcançar a posição de piloto, é preciso conhecer todos os instrumentos e itens necessários para iniciar uma decolagem, por isso aprender sobre as cartas de voo é essencial para um bom plano de voo.

Agora que você já conferiu as orientações do nosso post, acesse o site de BIANCH e conheça as opções de cartas de voo oferecidas em nossa loja.

Para ficar por dentro de tudo sobre o mundo da aviação, é só seguir a gente nas redes sociais. Estamos no Facebook, Twitter, YouTube, Instagram e LinkedIn.

Powered by Rock Convert

Você também pode gostar

2 Comentários

  • Responder Cesare Ricci março 27, 2019 at 11:35 pm

    Querido colega, tenho um problema com o tamanho dos uniformes que vou comprar pois eu moro no Peru e aqui as medidas sao diferentes das do Brasil, eu mido 1 metro 60 de estatura (sou baixinho) e aqui no Peru quando uso camisas importadas de USA pego o tamanho MEDIUM que fica muito bom pra mim…entao, qual e o tamanho adequado de camisa segundo a medicao brasileira: 1, 2, 3 ou 4?
    E tambem gostaria me dar a medicao dos quepis e das calcas brasileiras do uniforme de aviacao para eu nao comprar o tamanho errado.
    Muito obrigado.

    • Bianch
      Responder Bianch abril 10, 2019 at 7:18 pm

      Olá tudo bem? No caso se o peso do senhor for proporcional a altura, indicamos o tamanho 1.
      No entanto caso o senhor tenha um peso maior proporcionalmente, o ideal seria o tamanho 2 ou 3, ela ficaria um pouco cumprida mas serviria bem.
      A última solução seria ajustar em uma costureira.
      Já o quepe e a calça, basta medir com uma fita métrica a cabeça e comprar o quepe com a mesma medida em CM, já a calça a numeração é a metade da sua cintura.

      Abraços!

    Deixe um comentário