Formação Aeronáutica

Como funciona a renovação da carteira de piloto privado?

janeiro 8, 2019
Tempo de leitura 4 min

Só quem já tem a carteira de piloto privado sabe o quanto foi necessário investir em horas de voo, dedicação e estudos para realizar esse sonho ou plano profissional.

Por isso, honrando cada suor e esforço dessa conquista, próximo ao vencimento da habilitação é preciso se mobilizar para não deixar que toda dedicação tenha sido em vão. Em alguns casos específicos, se passarem mais de 6 meses do prazo, pode ser necessário um novo exame teórico.

Então vamos lá, para confirmar aí na sua CHT, são 24 meses de validade para habilitação de CLASSE e 1 ano para voo por instrumentos ou TIPO, sendo que o período de renovação compreende os 30 dias antes e depois do mês de vencimento. Ou seja, são extensos 90 dias para sua regularização.

Mas não se engane, com a rotina corrida e outras responsabilidades do cotidiano, esse prazo passa voando. Por isso e considerando que na aviação um bom briefing é sempre bem-vindo, reunimos neste post cada passo que precisa ser realizado para que você renove sua carteira de piloto privado com tranquilidade. Confira!

Requisição da renovação da carteira de piloto privado

A solicitação de revalidação do Certificado de Habilidades Técnicas do Piloto Privado (CHT-PP) é feita eletronicamente no Sistema de Aviação Civil (SINTAC).

Existem vários procedimentos que podem ser solicitados por esse canal, que ainda contempla serviços para militares e estrangeiros. Ou seja, é preciso fazer o preenchimento com bastante atenção, principalmente do email que receberá as orientações e senha para os passos seguintes.

Um ponto importante é que escolas credenciadas podem conduzir todo o processo prestando assessoria nos trâmites burocráticos do sistema da ANAC e executando o recheque se tiverem o examinador credenciado.

Entrega da documentação necessária

Ainda no SINTAC é necessário selecionar a opção de qual será a forma de envio da documentação sendo: digital, presencial ou por meio dos Correios.

É possível revalidar mais de uma habilitação, portanto, o preenchimento para o cálculo do valor da Guia de Recolhimento da União (GRU) precisa detalhar quais serão.

Entre os documentos a serem apresentados, estão:

  • comprovante de residência;
  • título de eleitor;
  • certificado de reservista;
  • RG e CPF;
  • diploma de escolaridade; e
  • outros documentos específicos de cada situação e revalidação que serão informados no processo.

Avaliação para revalidação das habilitações

Para a revalidação, o piloto não pode ter realizado mais de 3 pousos diurnos e 3 noturnos atuando em comando seguindo as exigências da ANAC.

Um voo de 1 hora de repasse seguindo o cronograma do que será abordado no recheque é importante para revisar os pontos que serão analisados, como a realização do checklist de segurança de aviação, controle da aeronave em situações de pane de motor e fonia, por exemplo. Ao final dele, o instrutor informará se é possível dar prosseguimento à revalidação.

No recheque, os conhecimentos teóricos serão analisados pelo checador, que fará perguntas sobre todos os temas relacionados como meteorologia, regulamentação e motores, além de quais seriam as decisões do piloto em diversas situações do voo. É preciso ter um desempenho superior a 80% para o sucesso da etapa.

Na parte prática, todos os procedimentos para um voo seguro serão avaliados. O piloto deve estar alerta e informando todos os passos que está executando para que o checador possa percebê-los.

Serão, no mínimo, 3 pousos executados durante o exame, assim como outras manobras que demonstrarão que o piloto consegue reagir a diversas ocorrências. Ao final, com a aprovação do checador, os documentos de revalidação são assinados e um novo prazo começa a valer a partir do mês em que ocorrer o recheque.

Do ponto de vista da segurança de voo, a renovação da carteira de piloto privado garante que os céus brasileiros estejam mais seguros. De forma particular e individual, a renovação das habilitações é crucial para quem deseja progredir na carreira e buscar oportunidades profissionais no mercado.

Esse briefing foi valioso para você? Quer ficar por dentro de nossas atualizações e dicas do mundo da aviação? Então curta agora mesmo nossa página do Facebook!

Powered by Rock Convert

Você também pode gostar

1 comentário

  • Avatar
    Responder JOAO NUNES DE CASTILHO janeiro 8, 2019 at 5:33 pm

    excelente matéria

  • Deixe um comentário