Economia e Mercado

Delta compra 20% da Latam

27/09/2019
delta-latam

Na noite da última quinta-feira (26/09/19) a Delta Air Lines anunciou a compra de 20% da Latam e a venda da sua participação de 9% na Gol. A empresa americana pagou US$1,9 bilhões na aquisição e irá investir outros US$350 milhões na empresa chilena, a maior da América Latina.

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.
Powered by Rock Convert

Juntas as empresas terão 435 destinos em todo o mundo e serão responsáveis pelo maior volume de passageiros entre América do Norte e América Latina da história.

A Delta anunciou ainda que irá adquirir quatro a350 da Latam e assumiu o compromisso de compra de outros 10 A350 que seriam da Latam até 2025, além de garantir um lugar no Conselho de Administração da Latam.

Saída da One World e a estratégia da Delta

Considerando o investimento realizado pela Delta, a Latam deve se retirar da aliança Oneworld, da qual a American Airlines é a principal companhia. Com isso a companhia chilena deve se afastar de vez da principal concorrente da Delta e possivelmente aderir a SkyTeam, aliança liderada pela Delta Airlines.

Esta aquisição reforça a posição da Delta frente aos voos na América do Norte, Latina e Central.

A Delta está em um forte processo de expansão desde 2018, com a aquisição de participação em companhias aéreas de todo o mundo, como a KLM-Air France, Aeromexico e Korean Air.

Os impactos nas bolsas de valores

Poucas horas depois da notícia ser divulgada, as ações da Gol na bolsa de Nova York despencaram mais de 6%, enquanto as ações da Latam dispararam mais de 30%!!

O movimento no entanto ainda não demonstra uma variação tão grande com relação a valorização das ações em 2019. No início do ano as ações da Latam estavam em um patamar semelhante ao atingido hoje (US$11,80) e vinha em um movimento de queda desde abril. Já as ações da Gol, que vinham em queda desde a forte valorização de julho, ainda operam em 2019 com um crescimento de mais de 30% em relação a 2018.

Em nota, a Gol afirmou que esta aquisição não irá afetar suas operações pois o seu atual acordo com a Delta corresponde a apenas 0,3% de sua receita e 3,5% do resgate de pontos do Smiles. A companhia ainda afirmou que isso não trará nenhum impacto aos clientes que já adquiriram bilhetes.

A Azul por sua vez opera estável, com o mesmo movimento de alta em 2019 que a Gol e valorização de 20% com relação a 2018.

Os investidores nacionais e internacionais veem na aviação brasileira um dos poucos mercados promissores no país, com a liberação de maior capital estrangeiro, derrubada de restrições ao mercado e com a privatização de aeroportos, e a tendência de médio/longo prazo é de um crescimento constante e consistente.

Conheça mais sobre nossos produtos e sobre nossos cursos online!

Se quiser ficar por dentro de tudo sobre o mundo da aviação, é só seguir a gente nas redes sociais. Estamos no Facebook, Twitter, YouTube, Instagram e LinkedIn.

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário