aviacao-e-o-coronavirus

A Aviação e o Coronavírus

O setor de Aviação Civil vive uma crise sem precedentes, diante da pandemia do novo coronavírus. Ainda é impossível mensurar o tamanho das perdas, mas certamente haverá dias difíceis durante e no pós-pandemia para o setor.

Se em 2019 a Aviação Civil vivia um bom momento, com bastante demanda nos serviços aéreos, hoje o setor amargura um triste cenário que coloca em risco a sobrevivência das empresas aéreas.

Neste artigo, vamos abordar como a pandemia vem afetando o setor de Aviação Civil e quais as principais mudanças na rotina das empresas e dos profissionais diante da crise sanitária do coronavírus. Veja, abaixo:

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.
Powered by Rock Convert

Crise financeira

Vivemos hoje num mundo cada vez mais conectado e globalizado. Dessa forma, a demanda por viagens a negócio ou a turismo vinha numa curva ascendente, tanto nos voos nacionais quanto internacionais. Esse cenário vinha contribuindo diretamente para o crescimento do setor da Aviação Civil, até o começo deste ano.

Contudo, a crise de saúde pública provocada pelo novo coronavírus fez o setor quase colapsar. Diversos países fecharam suas fronteiras e proibiram a entrada e saída de pessoas em seus territórios. Voos domésticos também foram impactados pela restrição de circulação de pessoas e a recomendação de isolamento social. Segundo a Associação Brasileira de Empresas Aéreas (ABEAR), houve uma queda de 90% por voos domésticos, só aqui no Brasil.

Ou seja, com a demanda reduzida e restrição nos voos, a única saída das companhias aéreas foi paralisar grande parte de suas atividades. Outro problema foi com a questão dos empregos, pois havia muitos funcionários para pouca demanda de voos.

Resumindo, essa talvez seja a maior crise já enfrentada pelo setor em quase 100 anos de aviação comercial. O caminho para recuperar as perdas causadas pela pandemia pode levar alguns meses, ou até mesmo anos.

Além disso, a tendência é que muitas companhias aéreas tenham que entrar com pedidos de recuperação judicial e optar por linhas de crédito e financiamento oferecidos pelos governos, para que consigam sobreviver e retomar suas operações.

Rotina dentro das aeronaves

Nas aeronaves que ainda estão operando voos comerciais, a precaução e o cuidado tem sido rotina constante. Diversas medidas estão sendo implementadas para evitar a contaminação dentro dos aviões como:

  • EPI (equipamento de proteção individual) para os colabores: uso de máscaras, álcool em gel etc
  • Distanciamento social entre as poltronas do avião (quando possível)
  • Novas regras de serviço de bordo
  • Avisos sonoros sobre os cuidados contra o vírus
  • Medição de temperaturas nos aeroportos

Essas regras são muito importantes para evitar o contágio dos passageiros e dos colaboradores como pilotos, copilotos e comissários de bordo, durante as viagens.

Mudanças em cursos e certificações

Por fim, outra mudança que impacta a Aviação Civil são as regulamentações da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) que visam diminuir os impactos da pandemia no setor.

Entre as portarias publicadas recentemente estão: a autorização para substituir cursos presenciais teóricos para a modalidade a distância e a prorrogação da validade de habilitações e certificados por 120 dias.

Gostou deste conteúdo? Conheça nossa loja de produtos para profissionais e entusiastas da aviação!

Para ficar por dentro de tudo sobre o mundo da aviação, nos siga nas redes sociais e acompanhe nossas melhores publicações! Estamos no Facebook, Twitter, YouTube, Instagram, Pinterest e LinkedIn.

Conheça a eBianch, a maior plataforma de ensino a distância para pilotos e entusiastas de aviação, Centro de Instrução de Aviação Civil homologado pela Anac, acesse www.ebianch.com

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.