monomotor-cea-311

Conheça o CEA-311 Anequim, o avião monomotor a pistão mais rápido do mundo

Tempo de leitura 3 min

O CEA-311 Anequim é um avião monomotor a pistão com projeto, concepção e construção 100% nacional. Ele foi desenvolvido por um grupo de pesquisadores e alunos do Centro de Estudos Aeronáuticos da Universidade Federal de Minas Gerais, (UFMG), entre os anos de 2011 (início do projeto) e final de 2014, quando em novembro seu primeiro voo foi finalmente realizado.

E se você já está surpreso(a) com o modelo, é porque ainda não sabe da maior: ele quebrou 5 diferentes recordes mundiais de velocidade em 2015, entrando para a história internacional de avião. Incrível, não é mesmo? Vamos conhecer ao longo deste artigo os principais pontos e detalhes que transformaram o monomotor a pistão no mais rápido do mundo!

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.

Tudo começou lá na década de 60…

A UFMG desde a década de 60 carrega a tradição aeronáutica brasileira, quando criou, pela coordenação do professor Cláudio Barros, o CEA – Centro de Estudos Aeronáuticos. A ideia de abrir o departamento nasceu com o retorno do professor da vivência em universidades alemãs logo após o período da segunda guerra mundial. Desde então alunos de engenharia mecânica e cursos correlatos podiam vivenciar, na prática, a construção e desenvolvimento de itens para a indústria aeronáutica.

Alguns recordes já haviam sido conquistados anos antes, com o CEA-308. Anos depois, uma nova equipe de alunos e pesquisadores partiu para um novo desafio, o CEA-311.

A silhueta do avião justifica a escolha pelo nome: Anequim é como é popularmente conhecido o mais veloz tubarão da costa brasileira. E se no mar ninguém pode superá-lo, no céu, também não. A propósito, as análises de estrutura, vibração e aerodinâmica do motor, assim como o próprio design do avião, foram integralmente projetados no computador.

De acordo com os pesquisadores responsáveis pelo projeto há duas formas de criar o mais veloz avião monomotor: com um motor extremamente potente ou apostando em melhorias aerodinâmicas de fuselagem. No caso do modelo, foi apostado na segunda opção: com linhas pensadas para minimizar ao máximo o arrasto e elevar no limite a potência.

E não só deu certo como o modelo monomotor quebrou 5 recordes mundiais de velocidade para a categoria, conforme já mencionamos acima. Para finalizar, vamos falar sobre esses recordes?

1. Velocidade máxima em 3 km em linha reta: a velocidade final atingida pelo modelo chegou a 521 km por hora, ultrapassando a anterior de 466 km/h.

2. Velocidade em 15 km em linha reta: o modelo atingiu média final de 511 km por hora, contra recorde anterior de 454 km/h.

3. Recorte em circuito fechado de 100 km, chegando a 490 km por hora, exatos 100 km mais ágil do que o recorde anterior.

4. Velocidade em circuito de 500 km, chegando a 493 km por hora, contra 387 km/h anteriores.

5. Tempo de subida em até 3 mil metros de 2 minutos e 26 segundos, contra 3 min e 8 segundos do recorde anterior.

 

Tudo sobre o mercado de aviação você encontra por aqui!

 

Gostou de conhecer mais sobre o CEA-311 Anequim, o monomotor a pistão mais rápido do mundo? Então com certeza você também vai se interessar por demais artigos do nosso blog, cheio de novidades e curiosidades sobre o mercado de aviação, reviews, informações, perspectivas, tendências e muito mais. Que tal dar uma conferida?

Para ficar por dentro de tudo sobre o mundo da aviação, nos siga nas redes sociais e acompanhe nossas melhores publicações! Estamos no Facebook, Twitter, YouTube, Instagram, Pinterest e LinkedIn

Conheça a eBianch, a maior plataforma de ensino a distância para pilotos e entusiastas de aviação, Centro de Instrução de Aviação Civil homologado pela Anac, acesse www.ebianch.com

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.