Curiosidades

Histórias de Pilotos que Salvaram sua Tripulação e Passageiros

01/10/2019
historias-de-pilotos-que-salvaram

Muita gente morre de medo de entrar em um avião. Acontece que poucos transportes são tão seguros quanto o aéreo. Para se ter uma ideia, a chance de haver algum acidente é de apenas 1 em 8 milhões e a taxa de sobrevivência chega a 95%. 

Apesar disso, falhas podem acontecer, sejam elas humanas ou nas próprias aeronaves. Vamos compartilhar aqui algumas histórias de pilotos que se encontraram em situações perigosas, mas foram capazes de salvar toda sua tripulação e passageiros.

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.
Powered by Rock Convert

Essas máquinas voadoras não são apenas maravilhas da engenharia, mas também são conduzidas por profissionais altamente capacitados. Mais do que isso, eles podem ser verdadeiros heróis, como você vai descobrir a seguir:

Confira grandes histórias de pilotos que salvaram sua tripulação e passageiros

 

• O herói do rio Hudson

Provavelmente, a história mais famosa de um piloto que salvou tripulação e passageiros é a do comandante que pousou um Airbus A320 no rio Hudson, em Nova York. O voo que saiu de LaGuardia chocou-se com um grupo de gansos durante a viagem. A colisão fez com que os dois motores da aeronave parassem de funcionar.

Por conta disso, o comandante do voo, Chesley Sullenberger III, ficou sem condições de voltar ao aeroporto. A solução foi pousar o avião no Rio Hudson. A manobra foi um sucesso e nenhuma das 155 pessoas a bordo sofreu qualquer ferimento. O caso ficou tão conhecido que virou filme, “Sully: O Herói do Rio Hudson”. Trata-se de uma longa metragem que foi estrelado por Tom Hanks e dirigido por Clint Eastwood!

• O piloto chinês que salvou 439 pessoas

O piloto He Chao não salvou apenas os passageiros e tripulantes de um voo, mas de dois! A aeronave que Chao pilotava, um Airbus A320, havia começado a sua corrida de decolagem. O problema é que outra aeronave, um A330, cruzou a pista. 

Percebendo o risco eminente, He Chao levantou voo ao atingir a velocidade de 240 km/h. Sua aeronave estava a apenas 19 metros de distância do outro Airbus neste momento. O choque entre os dois aviões poderia vitimar 439 pessoas ao todo. Felizmente a decisão do piloto foi acertada e a manobra bem-sucedida. Como recompensa, a companhia aérea China Eastern Airlines concedeu um prêmio de R$ 1,4 milhão ao piloto.

• Cinzas vulcânicas e motores parados

Imagine estar em um avião com os 4 motores parados? Foi o que aconteceu com os passageiros de um Boeing 747-200 que viajava de Londres a Auckland em 1982. Enquanto sobrevoava a Ilha de Java, a aeronave acabou se chocando com uma nuvem de cinzas vulcânicas. Resultado: todos os motores pararam de funcionar.

Como essa é uma das histórias de pilotos que salvaram sua tripulação e passageiros, naturalmente a situação foi contornada. Ao perceber o problema, o piloto Eric Moody fez um voo de planeio até Jacarta, na Indonésia. Felizmente, os motores voltaram a funcionar quando o avião chegou à altitude de 4.000 metros.

• Um caso brasileiro

Para encerrar as histórias de pilotos que salvaram sua tripulação e passageiros, vale destacar dois heróis nacionais. Em 2011 um Boeing 737-800 sofreu uma pane nos medidores de altura e velocidade após decolar em Congonhas. A partir de então o piloto, Cesídio Sampaio, precisou se guiar pelos dados fornecidos pelo controlador Ricardo Blanco.

O Boeing pousou em segurança no aeroporto de Viracopos – Campinas, apenas 14 minutos depois. A comunicação efetiva entre o comandante e o controlador de voo foi vital para o sucesso da operação.  Todas as 105 pessoas a bordo saíram ilesas.
Gostou dessas histórias? Você encontra muito mais conteúdo aqui em nosso blog! Se quiser conferir produtos para profissionais, estudantes e entusiastas apaixonados pela aviação, visite nosso site!

Para ficar por dentro de tudo sobre o mundo da aviação, nos siga nas redes sociais e acompanhe nossas melhores publicações! Estamos no Facebook, Twitter, YouTube, Instagram, Pinterest e LinkedIn.

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário