voos-mais-longos-do-mundo

Os Voos Mais Longos do Mundo

Quanto tempo você estaria disposto a passar dentro de um avião para chegar ao seu destino? Há quem trema só de pensar em passar uma hora na ponte aérea, outras pessoas amam todos os momentos dentro de uma aeronave.

Embora, em média, as viagens de avião não sejam tão longas, por motivos comerciais, de reabastecimento ou de manutenção, alguns voos contam com uma duração impressionante.

Confira, a seguir, os 5 voos comerciais mais longos do mundo.

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.
Powered by Rock Convert

1. Newark – Sidney

Este é o primeiro entre os voos mais longos do mundo. Apesar de ainda não ser oficialmente considerado como uma rota de voos comerciais, ele começou a ser operado em 2019 e conta com nada mais, nada menos que 19 horas e 30 minutos de duração.

Esse trajeto se torna muito mais demorado quando se utiliza de diversas escalas e conexões. Mas uma a companhia aérea, a Qantas, já iniciou os testes deste percurso e tem planos para que ele se torne oficial em 2022.

Especialistas ainda analisam os possíveis impactos que essa longa duração pode causar no corpo humano e as empresas aéreas e fabricantes de aeronave buscam saídas para que todo este tempo seja aproveitado com pelo menos algum conforto.

2. Nova York – Cingapura

O segundo colocado dessa lista conta com 18 horas e 30 minutos e um percurso de 15.288 quilômetros. É operado todos os dias desde 2018 pela companhia Singapore Airlines, em um avião que comporta até 161 passageiros.

Para ajudar os passageiros a se distraírem, o voo conta com muitas opções de entretenimento.

3. Auckland – Doha

O voo da Oceania para o Oriente Médio tem duração de 18 horas e 5 minutos. Este voo percorre uma distância de 14.535 quilômetros.

É realizado pela Qatar Airways e para que tudo ocorra com a maior segurança possível, o trajeto conta com quatro pilotos que se revezam no comando da aeronave, além de uma equipe de comissários com 15 profissionais.

4. Perth – Londres

Este voo, que também foi inaugurado em 2018, foi o primeiro a conectar a Europa e a Oceania sem escalas. O voo dura 17 horas e 45 minutos e ao ser inaugurado, era o segundo dos voos mais longos do mundo.

Operado pela Qantas Airways, a aeronave utilizada no trajeto conta com capacidade para até 236 passageiros.

5. Auckland – Dubai

Este voo, que hoje ocupa o fim de nossa lista, na verdade, foi o que inaugurou os longos voos sem escalas entre continentes. Ligando a Oceania ao Oriente Médio, conta com 17 horas e 10 minutos de duração.

Lançado em 2016 pela Emirates, cumpre um percurso de 14.201 quilômetros e proporcionou uma economia de pelo menos quatro horas para os viajantes que realizam esse percurso.

Para cumprir tais feitos, as aeronaves são desenvolvidas em projetos especiais, por isso a oferta para voos super longos ainda é muito pequena, se compararmos aos demais voos comerciais que percorrem longas distâncias por meio de escalas. Equipes e passageiros precisam estar conscientes que é necessário ficar atento ao corpo, para minimizar efeitos negativos na saúde.

Já no caso dos passageiros, para vencer o tédio e ajudar a passar o tempo, livros, bons cochilos, e filmes são ótimas companhias durante o trajeto.

Visite o site da Bianch e conheça muito mais sobre aviação, além de ter acesso a produtos exclusivos!

Para ficar por dentro de tudo sobre o mundo da aviação, nos siga nas redes sociais e acompanhe nossas melhores publicações! Estamos no Facebook, Twitter, YouTube, Instagram, Pinterest e LinkedIn.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.