Santos-Dumont-x-irmaos-Wright

Conheça a história de Santos Dumont e dos Irmãos Wright

Tempo de leitura 3 min

Até o avião ser, de fato, inventado, muitas pessoas ao redor do mundo contribuíram para o seu desenvolvimento, resultando em um efeito conhecido como “multiple discovery”, que em português significa “descoberta múltipla”, em tradução livre.

Em outras palavras, pode-se dizer que uma determinada invenção pode ter a autoria de muitas pessoas, sem que eles tenham, necessariamente, conversado e trabalhado juntas em algum momento específico.

E em uma descoberta tão importante e complexa quanto a aeronave, essa ideia pode ser aplicada, já que tanto os irmãos Wright, quanto Santos Dumont, conseguiram produzir e evoluir as suas criações a partir de outros estudos, previamente realizados.

Por meio da cooperação de diversas pessoas ao longo dos anos, os dois lados foram capazes de alcançar os primeiros voos da humanidade.

Com este contexto histórico em mente, vamos falar mais especificamente da “batalha” entre os irmãos Wright e Santos Dumont.

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.

Os irmãos Wright

De acordo com os norte-americanos, o primeiro voo motorizado da história foi feito por Orville e Wilbur Wright, no dia 17 de dezembro de 1903, em Kitty Hawk, com o modelo Flyer. O feito em si foi testemunhado por poucas pessoas, sem nenhuma filmagem.

O ponto contra para determinar que eles foram os criadores do avião, foi a utilização de uma espécie de catapulta, que foi a responsável por alçar o voo, fato que pode invalidar o que ocorreu, dependendo do conceito usado.

Ou seja, se formos considerar “voo” como sair do chão por conta própria, se estabilizar no ar e pousar, os irmãos Wright não se encaixam na descrição. Porém, se a primeira parte for retirada, pode-se considerar este como o primeiro voo de fato.

Alberto Santos Dumont

Considerado por muitos como o “Pai da Aviação”, de acordo com a Força Aérea Brasileira e com o jornal britânico The Independent, Alberto Santos Dumont foi o primeiro a realizar um voo público.

A bordo do renomado 14-bis, no dia 23 de outubro de 1906, ele sobrevoou o campo de Bagatelle, na capital francesa, Paris. Mais de mil pessoas testemunharam tal feito, recebendo o reconhecimento do Aeroclube de Paris e da Federação Aeronáutica Internacional (FAI).

Ao contrário dos norte-americanos, ele alçou voo por meios próprios, sem o auxílio de catapultas ou de rampas, fato que os irmãos Wright não conseguiram realizar, como já citamos acima.

Santos Dumont x irmãos Wright

Apesar de haver uma diferença entre o que cada um conseguiu fazer, vale ressaltar que os dois são grandes responsáveis pelo desenvolvimento da aviação no planeta, com o brasileiro sendo mais eficiente, mas com os norte-americanos dando os fundamentos para as máquinas.

Portanto, a resposta para este embate, varia de acordo com o seu ponto de vista sobre o conceito de “voo”. Se você considera que receber a ajuda de uma catapulta não se enquadra, Santos Dumont foi o primeiro a voar.

Se você acredita que voar pode ser considerado o fato de se estabilizar no ar, então os irmãos Wright foram os que realizaram este feito primeiro.

 

Gostou de conhecer mais sobre a história de Santos Dumont x irmãos Wright? Então com certeza você também vai se interessar por demais artigos do nosso blog, cheio de novidades e curiosidades sobre o mercado de aviação, reviews, informações, perspectivas, tendências e muito mais. Que tal dar uma conferida?

Para ficar por dentro de tudo sobre o mundo da aviação, nos siga nas redes sociais e acompanhe nossas melhores publicações! Estamos no Facebook, Twitter, YouTube, Instagram, Pinterest e LinkedIn

Conheça a eBianch, a maior plataforma de ensino a distância para pilotos e entusiastas de aviação, Centro de Instrução de Aviação Civil homologado pela Anac, acesse www.ebianch.com

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.