Como ser piloto comercial? Descubra aqui!

Tempo de leitura 7 min

Trabalhar enquanto sai em viagens pelo mundo afora é o sonho de muito jovem e também de muita gente mais experiente, que cansou da vida profissional estagnada.

Você já pensou como ser piloto comercial (PC) e nas vantagens dessa profissão tão almejada? Seja pelos salários atrativos, pela rotina diferenciada ou, simplesmente, pelo amor pelos céus, essa pode ser uma ótima opção de trabalho.

Para se tornar um piloto de grandes aviões, é necessário muita dedicação e estudo. Afinal, qualquer descuido nos ares pode causar grandes problemas. A Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) tem diversas exigências quanto ao nível de conhecimento e número mínimo de horas de voo para obtenção da licença de PC.

No intuito de facilitar seu entendimento e fazer com que você consiga investir nessa carreira, listamos neste post tudo o que é preciso para tirar seu brevê. Confira nossas dicas para você decolar em novos voos profissionais e trabalhar no meio das nuvens!

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.
Powered by Rock Convert

Qual é o primeiro passo para se tornar um piloto comercial?

A experiência na profissão é um fator altamente considerado para que você consiga ser aprovado pela Anac. Ninguém inicia a carreira pilotando um Airbus A380 com 800 passageiros a bordo. Por isso, o primeiro passo é tirar a certificação de piloto privado, que concede permissão para controlar aviões monomotores e multimotores sem remuneração. Outros requisitos são ter no mínimo 18 anos e o ensino médio completo. 

Depois, é necessário fazer um exame médico de 2° classe, que também é chamado de Certificado Médico Aeronáutico (CMA). Para mais informações sobre o que é, seu funcionamento e como dar início a este processo, confira nosso post dedicado ao tema: Como Conseguir o CMA.

 

Quais são as provas da Anac?

A primeira prova é a teórica. As disciplinas são as seguintes: Meteorologia, Teoria de Voo, Navegação Aérea Visual, Conhecimentos Técnicos e Regulamentos de Tráfego Aéreo. Ao todo, o exame contém 100 questões. O aluno deve acertar, no mínimo, 70 para ser aprovado para o curso prático.

Uma boa dica é procurar pelo kit de livros da Editora Bianch que aborda todas as matérias de piloto privado. Assim, você poderá estudar sozinho em casa e ficar craque em todos os assuntos.

Outra possibilidade é buscar os cursos desenvolvidos pela eBianch, com mais de 18 horas de videoaulas, simulados com cerca de 2.000 questões, slides com resumos das matérias, um guia personalizado para cada aluno estudar quando puder e muitas outras vantagens.

Após a aprovação na prova teórica, o aluno está apto para iniciar um curso prático de piloto em instituições aprovadas pela ANAC.

Para a emissão do certificado, você deve concluir 40 horas de instrução e voo solo, atendendo também a outros requisitos, como número de horas em voos diurnos e noturnos, número mínimo de decolagens e aterrissagens em aeródromos diferentes etc. A licença é concedida mediante exame prático de proficiência.

O que fazer depois de tirar a licença de Piloto Privado?

Se você conquistou a licença de piloto privado, abra aquele sorriso e comemore: os próximos passos o levarão para a certificação de piloto comercial. O procedimento é bem semelhante ao inicial.

Em primeiro lugar, é necessário um exame médico. Desta vez, porém, o exigido é o de 1° classe, que fará uma investigação completa sobre a saúde do candidato e se há algo de errado que o impeça de ser um profissional dos céus.

Um curso de aviação comercial com duração de três meses também é uma exigência para a realização da prova teórica. O conteúdo estudado e cobrado no teste é semelhante ao do piloto privado, porém com um graus de aprofundamento e dificuldade mais elevados.

Esse nível mais exigente e rigoroso se justifica pelo fato de que, com essa licença, o piloto poderá exercer atividade remunerada em companhias aéreas. Para estudar de maneira aprofundada, com livros que abordam temas complexos de maneira simples, uma boa opção é recorrer aos materiais da Editora Bianch, que traz todo o conteúdo necessário para você se dar bem no teste.

Se a complexidade para a teoria aumentou, pode-se dizer o mesmo para a prática. O piloto só poderá realizar o exame de proficiência após 200 horas de voo, reduzidas a 150 horas se estas forem efetuadas durante a realização completa, ininterrupta e com aproveitamento de um curso de piloto comercial de avião aprovado pela ANAC. No mínimo, 100 dessas horas devem ser cumpridas com o piloto em comando.

Também há exigências quanto ao número de aterrissagens e decolagens em diferentes aeródromos, além de distância mínima de viagem, que é de 300 milhas (540 km).

O que fazer após obtenção da licença de Piloto Comercial?

Agora que você já sabe qual o processo para se habilitar como piloto comercial pela ANAC e ter seu Certificado de Habilitação Técnica (CHT) em mãos, está na hora de descobrir como conquistar o emprego dos sonhos!

As horas de voo representam a experiência de um piloto no mundo da aviação. As companhias aéreas costumam exigir um mínimo que varia entre 1.000 e 1.500 horas de voo para a contratação de pilotos comerciais.

Por isso, o mais indicado para uma pessoa recém formada como PC é procurar os serviços remunerados em companhias de táxi-aéreo, transporte de cargas e voos executivos. Esse trabalho inicial dará a experiência necessária para que posições melhores sejam conquistadas no futuro.

Como ser mais competitivo?

Muito além da experiência, o mercado está cada vez mais exigente e acirrado em diversas profissões. A aviação comercial não escapa disso. Por isso, fique atento às nossas dicas para se destacar:

Torne-se fluente em outros idiomas

Atualmente, o mínimo exigido pelas companhias é a fluência na língua inglesa. Até para estudar os conteúdos durante o curso, esse idioma se faz necessário.

Mas, se a ideia é se destacar, uma opção é investir no conhecimento da maior variedade de idiomas possível. Conseguir se comunicar em línguas estrangeiras abrirá portas para que você trabalhe em companhias de diversas partes do mundo.

Faça uma graduação

Você sabia que existem cursos de nível superior para quem quer trabalhar na aviação? Eles não são uma exigência, mas são, definitivamente, um diferencial. Os cursos que podem ser feitos são na área das Ciências Aeronáuticas, com duração de quatro anos, e de Tecnologia em Pilotagem Profissional de Aeronaves, com duração de dois anos.

Não pare de estudar

O estudo é a palavra-chave para quem está inserido no universo da aviação. Novas tecnologias estão surgindo constantemente, e os pilotos devem estar atualizados. Por isso, assim que um avião for lançado no mercado, aprenda tudo o que puder sobre ele. Além disso, não se esqueça de estudar as regulamentações, que podem variar entre países. Enfim, o ponto aqui é: esteja sempre atualizado!

Um livro excelente é o Regulamentação do Aeronauta, da Editora Bianch. Ele faz parte da série “50 Dicas de Aviação”. Em um formato de perguntas e respostas, aborda diversos pontos da legislação aeronáutica e um panorama da aviação civil brasileira. Mostra obrigações e limites dos nossos “navegadores dos céus”.

Afinal, vale a pena ser um piloto comercial?

Essa é uma pergunta que persegue muitas pessoas indecisas. Será que eu realmente devo investir tanto tempo e dinheiro na minha formação de piloto comercial? Aqui trazemos alguns números para te dar uma base mais concreta que podem ajudar a tirar essa dúvida.

Segundo o relatório de Projeções de Demanda para os Aeroportos Brasileiros 2017-2037, a necessidade de expansão do setor de transporte aéreo poderá mais que triplicar nos próximos 20 anos. Isso significa que o mercado para pilotos continuará bastante aquecido por um bom tempo.

Em termos de salário, há diversos fatores que influenciam quanto um piloto vai receber. O tipo de aeronave a ser pilotada, o tamanho da empresa aérea em que ele vai trabalhar, se o voo é nacional ou internacional e o tempo de experiência contam muito na hora da definição dos rendimentos.

Segundo uma pesquisa recente, o piloto de avião dos céus brasileiros tem salários entre R$ 2.500,00 e R$ 12.000,00. Na aviação comercial, a média salarial é de R$ 3.900,00.

O piso da categoria varia de acordo com a atividade que o piloto exerce. O Sindicato Nacional dos Aeronautas (SNA) tem uma tabela para aviação regular, táxi-aéreo e aviação agrícola.

Na aviação regular, o piso para copiloto é de R$ 3.484,00 e, para comandante, R$ 4.119,00. Pilotos de táxi-aéreo têm salário mínimo de R$ 2.950,00 (comandante bimotor), R$ 1.966,00 (comandante monomotor) e R$ 1.378,00 (copiloto). O piso para o piloto de avião agrícola é de R$ 1.833,11.

É importante ressaltar que esses valores podem crescer, quando somados os adicionais por periculosidade, voo noturno, horas de voo, horas de reserva e diárias. Voos realizados em domingos e feriados também têm ganho extra.

Se acrescentarmos os extras, os rendimentos iniciais de um piloto que atua em linhas aéreas podem chegar a cerca de R$ 5.000,00 para voos nacionais e a mais de R$ 25.000,00 para os comandantes que cruzam os oceanos em voos internacionais.

Agora que você já sabe como ser piloto comercial é hora de se colocar em ação! É muito importante se manter constantemente atualizado, em aprendizado contínuo, fazendo com que você seja cada vez um profissional mais competente e de destaque!

Se você gostou destas dicas, assine nossa newsletter para descobrir mais sobre o fabuloso mundo da aviação!

Para ficar por dentro de tudo sobre o mundo da aviação, nos siga nas redes sociais! Estamos no Facebook, Twitter, YouTube, Instagram, Pinterest e LinkedIn e acompanhe nossas melhores publicações.

Powered by Rock Convert

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

2 Comentários

  1. Vale a pena cada centavo gasto, cada noite virada fazendo simulador de voo, cada minuto indo para ganhar mais conhecimento!

  2. Muito bacana o seu artigo. Super completo e detalhado. Vou continuar acompanhando o blog.. Parabéns!

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.