Formação Aeronáutica

Como ser piloto comercial? Descubra aqui!

janeiro 14, 2019
Tempo de leitura 6 min

Trabalhar viajando tem se tornado o sonho de muitos jovens e jovens adultos. Seja pelos salários atrativos, pela ausência de rotina, ou simplesmente pelo amor aos céus, a profissão de piloto pode ser uma ótima opção. Hoje explicaremos tudo o que você precisa saber sobre como ser piloto comercial.

Para se tornar um piloto é necessário muita dedicação e estudo, afinal qualquer descuido nos ares pode causar acidentes fatais. A própria ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil) tem diversas exigências quanto ao nível de conhecimento e número mínimo de horas de voo para aprovação da licença. Para facilitar seu entendimento, listamos todas elas para você. Para conferir é só continuar lendo este post!

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.
Powered by Rock Convert

Qual é o primeiro passo para se tornar um piloto comercial?

A experiência na profissão é um fator muito considerado para as aprovações da ANAC. Afinal, ninguém começa já pilotando um A380 com 800 passageiros a bordo, não é mesmo? Por isso, o primeiro passo é tirar a certificação de piloto privado, que concede permissão para pilotar aviões mono e multimotores sem remuneração.

Exame médico

O passo inicial para a certificação para piloto privado é a realização de um exame médico de 2ª classe, também chamado de Certificado Médico Aeronáutico. Após se matricular em uma escola de aviação, o aluno deve retirar uma carta de apresentação e entregá-la em algum centro médico da aeronáutica ou clínica privada autorizada pela ANAC para a fazer o exame.

Prova teórica da ANAC

Antes das aulas práticas, o piloto em potencial deve realizar uma prova teórica com assuntos que serão ministrados no curso da escola, tais como Meteorologia, Teoria de Voo, Navegação Aérea e Regulamentos de Tráfego Aéreo. Ao todo, a prova contém 100 questões, das quais o aluno deve acertar no mínimo 70 para ser aprovado para o curso prático.

Curso prático

Após a aprovação na prova teórica, o aluno está apto para iniciar um curso prático de piloto nas instituições aprovadas pela ANAC. Para a emissão do certificado, o aluno deve ter concluído 40 horas de instrução e voo solo, atendendo também a outros requisitos como número de horas em voos diurnos e noturnos, número mínimo de decolagens e aterrissagens em aeródromos diferentes etc. A licença é concedida mediante exame prático de proficiência.

Tirei a certificação de PP e agora?

Se você já tem a licença de piloto privado, então fique feliz, pois os próximos passos já o levarão para a certificação de piloto comercial! O passo a passo é bem semelhante aos apresentados para piloto privado. Em primeiro lugar, é necessário um exame médico, porém, dessa vez o exame exigido é um de 1ª classe.

Um curso de aviação comercial com duração de 3 meses também é exigido para a realização da prova teórica. O conteúdo estudado e cobrado no teste é semelhante ao do piloto privado, porém com um grau de aprofundamento e dificuldade bastante maiores, dado que com essa licença o piloto poderá exercer atividade remunerada em companhias aéreas.

Horas de voo

Se a complexidade para a teoria aumentou, para prática também! O piloto só poderá realizar o exame de proficiência após ter realizado 200 horas de voo, reduzidas a 150 horas se acontecerem de maneira ininterrupta. No mínimo 100 dessas horas devem ser cumpridas com o piloto em comando. Há exigências quanto ao número de aterrissagens e decolagens em diferentes aeródromos, além de distância mínima de viagem (300 milhas ou 540 km).

O que fazer após obtenção da licença?

Agora que você já sabe como ser piloto comercial pela ANAC e já tem sua CHT (Certificado de Habilitação Técnica) em mãos, está na hora de descobrir como conquistar o emprego dos sonhos. As horas de voo representam experiência no mundo da aviação. As companhias aéreas costumam exigir um mínimo entre 1000 e 1500 horas de voo para a contratação de pilotos comerciais.

Por isso, uma pessoa que acabou de obter a licença de piloto deve procurar serviços remunerados em companhias de táxi aéreo, transporte de cargas e voos executivos. Isso dará a experiência para que posições melhores sejam conquistadas no futuro.

Como se tornar mais competitivo?

Muito além da experiência, o mercado está cada vez mais acirrado para diversas profissões. A aviação comercial não escapa disso. Por isso, fique atento às nossas dicas para se destacar.

Torne-se fluente em outras línguas

Atualmente, o mínimo exigido pelas companhias é a fluência na língua inglesa. Até para estudar os conteúdos durante o curso esse idioma se faz necessário. Mas se a ideia é se destacar, uma opção é investir no conhecimento da maior variedade de idiomas possível. Conseguir comunicar-se abrirá diversas portas para que você trabalhe em companhias de diversas partes do mundo.

Faça uma graduação

Você sabia que existem cursos de nível superior para quem quer trabalhar na aviação? Elas não são uma exigência, mas são definitivamente um diferencial. Os cursos que podem ser feitos são Ciências Aeronáuticas, com duração de 4 anos e Tecnologia em Pilotagem Profissional de Aeronaves, com duração de 2 anos.

Nunca pare de estudar

O estudo é a palavra-chave para quem está inserido no universo da aviação. Novas tecnologias estão surgindo constantemente e os pilotos precisam ficar antenados! Por isso, assim que um avião sair no mercado, aprenda tudo o que puder sobre ele. Não se esqueça de estudar tudo o que for possível sobre as regulamentações, que podem variar entre países. Enfim, esteja sempre preparado!

Vale a pena virar piloto comercial?

Se você chegou até aqui, pode estar se perguntando se vale a pena investir tanto tempo (e dinheiro) para se tornar piloto comercial. Então vamos aos números: segundo o relatório de Projeções de Demanda para os Aeroportos Brasileiros 2017-2037, a demanda por transporte aéreo poderá mais que triplicar nos próximos 20 anos. Isso significa que o mercado para pilotos estará bastante aquecido por um bom tempo!

E claro, não podemos esquecer as outras áreas em que um piloto comercial pode ser empregado, como na aviação agrícola e executiva — isso só falando no cenário nacional.

Agora que você sabe como ser piloto comercial, deixe um comentário falando sobre seus planos. Você acha que vale a pena investir na profissão? Deixe sua opinião nos comentários!

Powered by Rock Convert

Você também pode gostar

1 comentário

  • Responder Andre janeiro 16, 2019 at 6:26 am

    Vale a pena cada centavo gasto, cada noite virada fazendo simulador de voo, cada minuto indo para ganhar mais conhecimento!

  • Deixe um comentário