etiqueta-dos-comissarios-de-bordo

Saiba Mais Sobre a Etiqueta dos Comissários de Bordo

A figura dos comissários de bordo é essencial dentro da aviação comercial. Todos estes profissionais passam por um rigoroso treinamento e processo de seleção para seu ingresso em companhias aéreas.

Você já reparou o quão educados, prestativos e assertivos são estes profissionais? Isso não é à toa, já que eles são preparados para ser o mais eficientes e assertivos quanto possível em suas interações com os passageiros. Descubra a seguir mais sobre a etiqueta dos comissários de bordo.

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.
Powered by Rock Convert

Quais etiquetas os comissários devem seguir?

Se você já andou de avião alguma vez, deve ter percebido que a interação com os comissários se inicia desde a entrada dos passageiros na aeronave.

Sempre recebendo os passageiros com cumprimentos educados e simpáticos, parte da função dos comissários é fazer com que os clientes da companhia se sintam confortáveis e respeitados. No entanto, o trabalho de etiqueta da equipe vai muito além disso. A missão principal de um comissário é manter a segurança do voo e dos passageiros, mesmo antes da decolagem e depois do pouso.

Parece muita responsabilidade, e realmente é. Uma das primeiras lições aprendidas no curso de comissário de voo é a prática da paciência e da empatia, para conseguir se colocar no lugar do passageiro. Desta maneira o profissional consegue compreender melhor o problema e solucioná-lo da melhor forma possível, sempre com atenção, dedicação, calma e gentileza.

É claro que nem sempre o comissário de bordo será capaz de resolver os anseios do passageiro. Caso o cliente exceda seus limites e torne o trabalho dos profissionais atuantes no voo impossível de ser realizado, este poderá até mesmo ser convidado a se retirar da aeronave (em terra, obviamente). Parte dessa ação se justifica pelo fato de o profissional aeronauta precisar sempre zelar pela segurança do voo e dos passageiros.

Para ser um comissário de voo competente, a pessoa precisa ter um ótimo conhecimento dos procedimentos de segurança e emergência para, em eventuais situações de risco, poder ajudar todos os passageiros, desde os comuns até os com alguma dificuldade de locomoção ou menores que viajam desacompanhados por exemplo.

Também faz parte da lista de competências obrigatórias do comissário de bordo saber prestar primeiros socorros. Em casos de emergências médicas, o profissional pode usar suas habilidades aprendidas no curso para passar orientações e prestar atendimentos simples. Vale ressaltar que um comissário não substitui um profissional médico.

Entre os conhecimentos gerais que o comissário precisa ter, é fundamental o domínio de uma segunda língua, principalmente se pensa fazer carreira em uma companhia estrangeira. O objetivo desta competência é bem óbvio: ser capaz de se comunicar com estrangeiros, aumentando assim a efetividade do atendimento.

A educação e a tranquilidade dos comissários podem ser vitais para a contenção de um ataque de pânico ou de ansiedade, em que o passageiro pode acabar se ferindo ou machucando outras pessoas sem intenção. Seguir a etiqueta é parte fundamental do trabalho e pode fazer toda a diferença nos momentos mais críticos.

Você que se interessou por esta carreira e gostaria de se preparar para a prova da ANAC para comissários de voo, confira nossos materiais de estudo! Também separamos aqui um post que vai mais a fundo em como funciona o processo de formação como comissário de bordo!

Para ficar por dentro de tudo sobre o mundo da aviação, nos siga nas redes sociais e acompanhe nossas melhores publicações! Estamos no Facebook, Twitter, YouTube, Instagram, Pinterest e LinkedIn.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.