Review de Produtos

A história do Flight Simulator

02/10/2019
Tempo de leitura 8 min

Desde 2006, quando foi lançado o famoso Flight Simulator X, o universo dos simuleiros e toda comunidade da aviação aguarda ansiosa pela nova versão do renomado simulador da Microsoft. De lá para cá muita, mas muita coisa mudou (para melhor) com relação a capacidade dos computadores, velocidade de conexão de internet, monitores e muito mais.

Além disso toda a parte de hardware como joysticks, pedais e instrumentos está mais precisa e realista, e com certeza estes fatores trarão um grande impacto no novo simulador.

O novo simulador da Microsoft está sendo chamado apenas de Flight Simulator, sem nenhuma alcunha para definir sua versão até o momento. O mesmo ocorreu nas versões anteriores, como o Flight Simulator X, Flight Simulator 2004, etc.

O anúncio oficial foi realizado na E3, o mais importante evento de games do mundo. O trailer (que você confere abaixo) mostra um software desenvolvido com tecnologias gráfica de última geração, com a ajuda do poder da nuvem e da tecnologia Azure, para entregar um visual ainda mais próximo da realidade.

Mas antes de chegarmos no novo Flight Simulator passamos por outras 13 versões do simulador, e você pode conferir um pouco mais sobre a sua história neste post.

Os primórdios do Flight Simulator

A exatos 37 anos, em 1982, surgia a primeira versão do Microsoft Flight Simulator (1.0). Ela foi lançada após 6 anos de desenvolvimento e versões para Apple II, Altair 8800 e IMSAI 8080. Bruce Artwick, fundador da subLOGIC,  licenciou então seu software para a Microsoft. Já em 1983 a mesma subLOGIC fez uma nova versão para Apple II, Commodore 64 e Atari 800.

Flight Simulator 1.0

Bruce Artwick deixou em seguida a subLOGIC e passou a trabalhar junto com a Microsoft, que já havia lançado a versão 2.0 em 1984, para o lançamento de novas versões do Flight Simulator, iniciando com a versão 3.0 de 1988, mas atingindo de fato sucesso com a 3.1, que utilizava gráficos 3D e hardwares de aceleração.

Flight Simulator 3.1

A consagração na década de 90

É bem possível que 9 de cada 10 pilotos entre 30 e 40 anos tenha se iniciado sua “carreira” no Flight Simulator durante a década de 90. Com o lançamento do Windows 95 muita coisa mudou no mundo da computação e consequentemente o Flight Simulator (cuja desenvolvedora é a Microsoft, mesma empresa que desenvolve o Windows) avançou muito em sua capacidade gráfica, performance, cenários (sendo a primeira versão com cenários fora dos Estados Unidos e Europa), aeronaves e em seu realismo de modo geral.

A versão para Windows 95 ficou popularmente conhecida como Flight Simulator 95 (embora tenha sido lançada em 1996) e foi um marco na simulação de voo em todo o mundo. O software impactou muito os jovens da época, que gastavam (ou investiam) horas no simulador de voo! Também foi neste ano que o Cmte Denis Bianchini lançou a primeira versão do livro Aprendendo a Voar no Flight Simulator (atualmente chamado de Aprendendo a Voar em Simuladores de Voo),que foi escrito quando ele tinha apenas 15 anos, em formato de apostila e vendido através de classificados de jornais!

 Flight Simulator 95

No ano seguinte (1997) foi lançada a versão do Flight Simulator 98 (oficialmente versão 6.1), sendo no entanto uma versão melhorada do FS95 (oficialmente versão 6.0), trazendo poucas inovações mas algumas novidades que vale a pena destacar, como o fato de ser a primeira versão da série com um helicóptero (Bell206BIII) e com a adição de outras aeronaves como o Cessna 182 (com painel foto realista). Além disso agora os painéis e sons eram diferentes para cada aeronave e também foi o primeiro FS com pacotes de expansão!

O FS98 vendeu 200 mil cópias apenas na Alemanha, Áustria e Suíça

Flight Simulator 98

Finalmente em 1999 veio a versão 7.0 do Flight Simulator, chamada de FS2000. Pela primeira vez passamos a ter a possibilidade de simular na versão “normal” e “profissional” (que na verdade apenas tinha mais aeronaves e cenários). Foi também a estreia da torre de controle nos aeroportos, do GPS e de cenário dinâmicos e com melhoria nos gráficos 3D.

Esta versão trouxe pela primeira vez um dos problemas mais comuns na vida dos simuleiros: a necessidade de um computador potente. Mesmo atendendo com sobra os requisitos recomendados, era muito difícil rodar o software em sua plena capacidade gráfica. Esta foi a última versão a rodar no Windows 95.

Flight Simulator 2000

A maturidade dos anos 2000

Muitos dos que haviam se apaixonado pela aviação nos anos 90, estavam completando 18 anos na virada do milênio e começando a definir os seus rumos profissionais, e o Flight Simulator foi novamente importantíssimo nessa passagem. Aqui, para muitos, os voos deixavam de ser brincadeira e a simulação se tornava coisa séria, um treinamento de fato para a sua formação.

Nesta década tivemos o lançamento da emblemática versão 8.0, também chamada de FS2002. Após 2 anos de desenvolvimento desde a última versão, a Microsoft trouxe uma grande melhoria gráfica, ATC (Air Traffic Control) em todos os aeroportos e vimos pela primeira vez um sistema de inteligencia artificial capaz de auxiliar o simuleiro nos voos a longa distância e a se comunicar com os aeroportos. Além disso houve, também pela primeira vez, um cockpit em 3D em que você podia ver a cabine em diferentes posições. O simulador também se tornou um pouco mais leve nesta versão quando comparado à anterior, se tornando mais leve para o computador conseguir rodar o software.

Flight Simulator 2002

Em 2003 foi lançada a versão 9.0, chamada de FS2004: A Century of Flight, celebrando 100 anos do voo dos irmãos Wright (não vamos entrar na polêmica sobre o “voo” aqui), que incluía algumas aeronaves históricas como o Wright Flyer, o Ford Tri- Motor e o DC-3. A principal novidade no entanto foi a melhoria no sistema meteorológico do simulador, com nuvens tridimensionais e com simulação real das condições meteorológicas do local do voo.

Nessa versão também voamos pela última vez em Meigs Field, aeroporto padrão do FS desde seus primórdios, uma vez que ele foi fechado em 2003.

Flight Simulator 2004

 

Finalmente, em 2006, foi lança a última versão do Flight Simulator (não vamos considerar o Microsoft Flight como um simulador de voo ok?). O famoso FSX ainda é, até hoje, um dos simuladores mais amados e utilizados em todo o mundo, mesmo 13 anos após seu lançamento. Tivemos pela primeira vez a função multiplayer, com 2 pessoas podendo voar ao mesmo tempo a mesma aeronave, e com a função de controlador podendo ser exercida por um usuário real.

Além disso houveram melhorias gráficas, novos aeroportos, texturas, aeronaves e missões. A versão deluxe permitia ao simuleiro criar seus próprios cenários, além de corrigir uma série de bugs e o software rodava de forma adequada em computadores menos potentes.

Flight Simulator X

Qual foi a melhor versão do Flight Simulator?

No mundo da aviação existem algumas perguntas que só devem ser feitas se você deseja entrar em uma longa discussão (e sair dela sem nenhuma conclusão). Boeing ou Airbus? Flight Simulator ou X-Plane? Quem inventou o avião? A Embraer deveria ter sido vendida? E finalmente, qual o melhor Flight Simulator?

Primeiro é importante destacar o sucesso do Flight Simulator em todo o mundo, e sua importância para a viação na década de 90 e nos anos 2000. A série já ganhou 7 prêmios no Guinness Book, entre eles o Most Successful Flight Simulator Series, ou seja, série de Simulação de Voo de Maior Sucesso.

Qual foi o melhor Flight Simulator não é um pergunta simples. Obviamente as versões mais recentes possuem mais recursos, capacidade gráfica superior e maior qualidade (novamente esqueçam o Microsoft Flight de 2012), no entanto sem a primeira versão as demais não iriam existir, e sem o sucesso da versão do Windows 95 a Microsoft não daria andamento no projeto.

Ficaremos aqui, no entanto, com a versão do FS2000! Na virada do século muita coisa mudou em todo o mundo com a internet e o Flight Simulator sobreviveu muito bem a estas alterações, trouxe uma série de melhorias e atendeu muito bem tanto os jovens simuleiros como os já mais experientes.

Conclusão

Todos nos estamos neste momento com um sentimento dividido sobre o novo Flight Simulator. CLARO que ficamos extasiados com o anúncio da Microsoft  na E3 e estamos muito empolgados de ver um novo FS após 14 anos! No entanto, estamos com um pé atrás após o fracasso da versão de 2012 e do recauchutado Lockheed Martin Prepar3D.

Além disso o fato de ser lançado para X-Box também nos deixa receosos. É possível que exista um bom simulador de voo para videogames? Até hoje, infelizmente, a resposta é não. Será que a Microsoft vai nos surpreender novamente?

Para ficar por dentro de tudo sobre o mundo da aviação, nos siga nas redes sociais e acompanhe nossas melhores publicações! Estamos no Facebook, Twitter, YouTube, Instagram, Pinterest e LinkedIn.

Powered by Rock Convert

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário